segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Despedir-se de um amor é…


Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou, externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente.

Martha Medeiros

2 comentários:

Gigi disse...

Sandraaaaaa, passando pra lhe desejar um iluminado inicio de semana! Bjks no ♥ *_*

Talita disse...

Que lindo teu blog, muito boa tua postagem. Gostoso entrar em espaço assim, onde encontramos textos e imagens que tocam a alma. Se puder passa no meu cantinho tatapalavrasaovento.blogspot.com, sua visita será uma honra.

Beijos, boa semana!!